GET AIRPORTS READY FOR DISASTER (GARD - PREPARAR AEROPORTOS PARA DESASTRES)

Preparação com GARD

O homem não é um adversário à altura do poder de terramotos, tsunamis, erupções vulcânicas ou inundações. Mas há uma coisa que as pessoas podem fazer: preparar-se para que os desastres naturais não se tornem automaticamente desastres humanitários. A gravidade do impacto de fenómenos naturais extremos pode aumentar se as comunidades e as infraestruturas não estiverem adequadamente preparadas.

Ocorrem frequentemente estrangulamentos em aeroportos locais, que rapidamente ficam sobrelotados com a grande volume de suprimentos de emergência que chegam. Isto pode atrasar ou interromper o transporte subsequente de bens de assistência que podem salvar vidas. É este o foco do nosso programa Get Airports Ready for Disaster (GARD - Preparar Aeroportos para Desastres), que desenvolvemos em conjunto com o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PDNU) em 2009.

Funcionários experientes da DHL Aviation formam funcionários de aeroportos locais e representantes de autoridades de gestão de desastres gratuitamente. Em workshops com a duração de vários dias, mostram aos participantes como aumentar rapidamente a capacidade dos seus aeroportos na sequência de um desastre natural. Também analisam a capacidade máxima do aeroporto para processar mercadorias e passageiros em caso de emergência. A avaliação do aeroporto é, posteriormente, transformada num relatório exaustivo. Em caso de ocorrência de um desastre natural, o aeroporto está em condições de utilizar as suas capacidades de forma mais eficiente. Desde 2009, mais de 30 aeroportos em 14 países de todo o mundo foram avaliados e receberam workshops GARD. Para aprofundar a integração dos resultados iniciais do workshop, desenvolvemos um curso de atualização em 2012 designado GARD plus, que testámos no aeroporto de Beirute (Líbano) nesse mesmo ano.

Encontre informações adicionais em