SEGURANÇA NO TRANSPORTE MARÍTIMO

Exigência de verificação de peso do contêiner

O embarque via contêineres é muito seguro. No entanto, nos últimos anos, foram observados alguns grandes incidentes, ocorridos no mar e em terra, decorrentes de contêineres cheios que continham declarações de peso incorretas. Para evitar que isso aconteça, a organização marítima internacional (OMI, International Maritime Organization), em colaboração com representantes da indústria, adotou regras específicas como parte da Convenção SOLAS (Safety of Life at Sea, segurança da vida no mar), incluindo uma nova exigência, a massa bruta verificada (VGM, Verified Gross Mass).

O objetivo da emenda VGM é obter um peso bruto preciso dos contêineres cheios para que os operadores de navios e terminais possam planejar o armazenamento das embarcações antes de carregar as cargas nos navios. A exigência protegerá as pessoas e os ativos dos embarcadores e terminais, bem como as cargas dos clientes.

O que mudou após 1° de julho de 2016?

As consequências imediatas para o remetente são que, desde julho de 2016, o peso referente à massa bruta verificada (VGM, Verified Gross Mass) de cada contêiner deve ser fornecido aos armadores, antes do corte da lista de cargas.

Além disso, é responsabilidade do remetente garantir que o peso correto seja fornecido.  Caso a massa bruta verificada não seja informada, o contêiner não será carregado no navio.

Dois métodos são permitidos para pesagem:

  • Método 1: Pesar o contêiner cheio
  • Método 2: Pesar todas as cargas e adicionar a massa do contêiner

A DHL auxilia você a gerenciar e estar em conformidade com essa nova convenção. Para mais informações, consulte os arquivos abaixo ou entre em contato com um representante local de vendas ou de atendimento ao cliente da DHL Global Forwarding.

Içar velas

Fale com nossos especialistas em transporte marítimo e prepare-se para uma viagem repleta de conexões simplificadas e máxima conectividade global.